Informações sobre o ExoPlaneta mais próximo

Espaço para se discutir novidades na área bem como se atualizar notícias a respeito do espaço ou descobertas afins
Avatar do usuário
Xevious
Administrador
Administrador
Mensagens: 9565
Registrado em: 28 Abr 2009, 01:12
Fale sobre voce: Sou feito de atomos
Gender:
Brazil

Informações sobre o ExoPlaneta mais próximo

Mensagempor Xevious » 21 Jul 2017, 19:55

Uma equipe de cientistas descobriu um planeta orbitando fora do Sistema Solar, um tamanho um pouco maior do que a Terra, com uma temperatura que permitiria a existência de água e poderia até abrigar a vida, no que seria um dos maiores marcos da astronomia

Imagem

"Muitos exoplanetas foram encontrados e muitos mais serão descobertos, mas procurar o potencial análogo da Terra mais próxima e alcançá-lo tem sido a experiência da vida", disse Guillem Anglada-Escudé, responsável pelo time de astrônomos Que alcançou o achado. "O próximo passo é a busca da vida em Next b", acrescentou.

Imagem

O novo exoplaneta e a estrela fria em órbita estão localizados na constelação Centaurus. A imagem dos dois é muito fraca para ser detectada a olho nu e os corpos estão perto de um par de estrelas, muito mais brilhantes, conhecido como Alpha Centauri AB.

Imagem

Embora perto de órbitas b muito mais perto de sua estrela do que o Mercúrio do Sol, esta é muito mais fraca e tem uma temperatura estimada que permitiria a presença de água líquida em sua superfície.

https://www.youtube.com/watch?v=UYPwFrsTKWA

Apesar dessas condições favoráveis, estima-se que a superfície rochosa da Próxima b pode ser muito afetada pelas chamas de raios-X e radiação ultravioleta provenientes da estrela, muito mais intensas do que as do Sol em relação à Terra.

Imagem

No entanto, a ESO observou que esta descoberta será o início de mais observações, com instrumentos atuais e a próxima geração de telescópios gigantes, como o E-ELT (European Extremely Large Telescope), localizado no norte do Chile.

Imagem

A construção do E-ELT acrescenta-se a uma nova geração de grandes telescópios que estarão localizados no norte do país sul-americano, uma área que oferece condições climatológicas únicas para a astronomia.

Imagem

Imagem

Imagem

https://www.youtube.com/watch?v=ZkIRayzrJAs

Imagem

Foram mais de 10 anos de pesquisas para localizar ele.
Nesse meio tempo foi encontrado e depois perderam a pista dele.
Depois foi localizado de novo, foi plenamente confirmado só ano passado, 2016.

Ele gira em torno da sua estrela a cada 10 dias nossos
Tem uma massa maior que a Terra, em 30%.
Com um raio 10% maior.

Esta mais próximo da sua estrela(Apenas 7,3 milhões de Kilometros), mas ela também é menor quente que a nossa.
Como resultado há temperaturas amenas na órbita dele.

As temperaturas extremas previstas são menos radicais que na Terra.
Entre 40 graus negativos e positivos.

Por outro lado, pode ser que ele mantenha sempre a mesma face voltada para sua estrela, o que tornaria o clima radical com extremos muito mais radicais. Mas isto não impediria a vida, mas a dividiria em regiões, onde a ecologia seria bastante diferenciada.

Devido a grande proximidade de sua estrela e ao fenômeno de acoplamento de maré, é provável que este planeta possua sempre a mesma face voltada para a estrela. Estima-se que o mesmo sofra de uma incidência maior de raios x e radiação ultra violeta quando comparado a Terra. Estes fenômenos dificultam mas não necessariamente impossibilitam o desenvolvimento de possíveis formas de vida neste corpo celeste

O planeta recebe cerca de 65% da incidência de luz solar que nós recebemos.
Mas recebe cerca de 400x mais raios-X.

Isto pode ocasionar que existam plantas que se alimentem mais de RaiosX do que de luz solar.

O mais legal dessa descoberta é que Próxima b é um planeta que podemos visitar! Não agora, mas em um futuro próximo, tipo uns 50-60 anos. Aliás, você deve ter ouvido a respeito de uma iniciativa de um bilionário russo, de fazer pequenas espaçonaves, tão espessas quanto uma bolacha recheada, ou biscoito recheado, impulsionadas por um potente feixe de laser disparado da Terra. Com pouca massa e muita potência, essas naves poderiam alcançar 20% da velocidade da luz, ou 216 milhões de km/h e fazer a viagem entre 20-25 anos. Para se ter uma comparação, a sonda Juno estabeleceu o novo recorde de velocidade para uma nave espacial chegando a 265 mil km/h. Mesmo a essa velocidade a viagem levaria uns 18 mil anos.

E se as expectativas sobre a comunicação quântica se confirmarem, chegando lá em 20 anos, poderiam nos enviar informações via emaranhado quântico e as recebermos elas imediatamente aqui, em vez de ter que esperar a luz fazer o trajeto de volta.

Presumindo um raio mínimo de 5.990 km, o planeta seria muito denso, com um núcleo metálico que corresponde a dois terços de toda a massa do planeta, envolvido por um manto rochoso.
Caso exista água na superfície, esta corresponderia a 0,05% da massa total do planeta, indicou a equipe. Não é muito diferente da Terra, onde essa porcentagem é de 0,02%.
No cenário em que o Proxima b é maior, com um raio de 8.920 km, sua massa seria dividida, em partes iguais, entre um centro rochoso e a água circundante.
"Neste caso, o Proxima b seria coberto por um único oceano líquido, de 200 km de profundidade", disse o CNRS.

fontes
Taringa
G1
Wikipedia
Conheça o site Tele-Tudo e compre o que precisar, por tele-entrega


  • Tópicos Semelhantes
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Voltar para “AstroFisica”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante